quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Pergaminhos Missionários



Rinaldo de Mattos

“Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, bem como os livros e os pergaminhos” (2 Timóteo 4.13) 

Missionário não pode viver sem capa, sem livros e sem pergaminhos. A partir do Congresso Internacional de Evangelização Mundial de Lausanne, 74, na Suíça, através de missiólogos como Ralph Winter e outros, os evangélicos do mundo inteiro passaram a visualizar, com mais precisão, a dimensão da tarefa missionária mundial da igreja e das estratégias a serem adotadas para se alcançar pessoas de todas as línguas e culturas do mundo. Reflexões sobre o tema fizeram surgir uma nova disciplina missionária – a Missiologia. A literatura, na área, cresceu vertiginosamente e o acervo missiológico avolumou-se. Como resultado disso, vários seminários e institutos bíblicos ao redor do mundo, como também no Brasil, passaram a inserir em seus currículos, a disciplina Missiologia. Em nosso País, surgiram agências missionárias como a Missão Antioquia, a Missão Kairós, a Missão Avante, a Missão ALEM, a AMIDE, a Missão Horizontes, irmanadas às que já atuavam em nossa Pátria como a JOCUM e a Missão AMEM, entre outras, todas elas com enfoque missiológico em suas exigências quanto à formação de seus missionários. 

Nós, batistas brasileiros, ficamos para trás. Não são muitos (com honrosas exceções) os seminários e institutos bíblicos batistas que possuem em seus currículos a disciplina Missiologia, de forma séria. Estamos fazendo, sim, no Brasil, um trabalho evangelístico sem precedente, mas na área missionária propriamente dita, somos recrutas. Candidatos a trabalho transcultural dentro do País, estão sendo aceitos sem o devido preparo missiológico (e às vezes até mesmo sem o preparo teológico necessário). Estamos falando hoje de “treinamento de três meses para preparar missionários temporários para plantarem igrejas e prepararem lideranças autóctones entre ribeirinhos e indígenas, na Amazônia, no prazo de um a dois anos” (A Pátria Para Cristo, ano LXVI n. 252, pg 14). Nada tão distante dos conceitos missiológicos do que isso. Além do mais, nossos líderes de Missões, eles mesmos, não têm preparo missiológico, não têm experiência de campo e não são missiologicamente assessorados. Estamos trabalhando sob o conceito do antigo Evangelismo – aquele ensinado em nossos seminários para futuros pastores. Isso é muito pouco para quem quer ganhar todas as pessoas de um país multilíngue e multicultural como o nosso. Precisamos voltar a Lausanne 74. Não podemos fazer Missões sem os livros e sem os pergaminhos da Missiologia.

Um bom exemplo moderno de como se pratica missões transculturais dentro do Brasil, é o Projeto Amanajé, criado e liderado por Ronaldo Lidório. O projeto estará completando, neste ano de 2012, dez anos de existência e já conta com uma equipe de 43 missionários, a maioria, permanentes, trabalhando entre indígenas e ribeirinhos da Amazônia. Todos os missionários do projeto possuem curso de Missiologia e alguns também de Linguística. Não posso precisar o número, mas uma grande parte deles possui Mestrado em Missiologia. Um projeto assim merece confiança. Menos que isso, é muito pouco ou quase nada.

Porém, o mais cruel é que não estamos negando a nossos missionários somente os livros e os pergaminhos. Estamos negando a eles também a capa. Com um salário aquém da dignidade do obreiro (1 Timóteo 5.18) há muito missionário batista brasileiro trabalhando em nosso Pais, sem capa. Não posso falar dos missionários batistas brasileiros no Exterior porque não conheço a situação deles, mas, no Brasil, nos meus mais de cinquenta anos de vivência missionária, meus olhos já viram a situação de muitos e muitos deles e meus ouvidos já ouviram suas queixas. Nossos missionários estão clamando: - Traze-nos a capa, os livros e os pergaminhos!...

Acordemos a tempo, queridos irmãos, para não corrermos o risco de perder a tão preciosa visão missionária que os batistas do passado nos legaram.

2 comentários:

CAMPANHA UBE - SIGO DE VOLTA disse...

"Estou participando da Campanha Siga e Seja Seguido da UBE blogs! Estou seguindo seu blog, siga o meu: #followback"

http://materiasdeteologia.com/

Abnaias disse...

Obrigado pelo seu comentário.
Ja estou te seguindo.Siga-me tambem.
Parabens pelo o seu lindo e util blog!
Meu contato é:
abnartes@bol.com.br
Celular:(74) 9966-3839

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...