domingo, 10 de agosto de 2008

Jesus estará aqui esta semana


O Pr. João ficou eufórico quando soube da resposta à sua carta. Era verdade, o grande pregador do evangelho iria a Longani - África (nome fictício) e organizaria várias cruzadas evangelísticas tanto na capital como no interior...

Aparentemente, os poucos missionários estrangeiros na cidade não viam com bons olhos a estratégia de alcançar as multidões perdidas para Cristo. Eles se preocupavam em particular com a enorme comunidade islâmica da cidade...

A propaganda surtiu efeito. Lá estavam na primeira noite milhares de pessoas se acotovelando diante do palanque...a cena era comovente, pois muitas mães haviam trazido nas costas seus filhos aleijados. Cegos e aleijados adultos se misturavam à multidão. E o pregador começou: "Boa noite, linganienses. Nesta noite Cristo estará aqui e fará maravilhas entre nós..."

Então o pregador começou a orar: "Eu ordeno ao poder de Deus que desça agora e cure todos os doentes deste lugar.

Calafrios passavam pelo corpo de todos, principalmente de Oliver (missionário daquele país), pois ele estava lutando já fazia anos para discipular e preparar os pastores e evangelistas para a obra. Ele sabia se muita coisa desse errado naquelas reuniões, anos de trabalho com ensino e formação espiritual poderiam estar comprometidos...

O testemunhos [de cura] não pareciam muito convincentes, e isso ficava nítido a todos os presentes...a reunião terminou com o evangelista afirmando que Jesus estava provando a fé dos presentes...

A volta para casa não foi muito agradável...O missionário notou que, das milhares de pessoas que levantaram a mão para aceitar a Cristo na cruzada, pouquíssimas ingressariam nas igrejas locais como membros. Muitas ficariam revoltadas, pois acharam que o pregador havia mentido ao dizer que Jesus estaria ali para curá-las. O pior e que muitos achavam que Jesus não tem poder ou, se teve algum dia, foi só para Israel, pois ele provavelmente não gostava de negros pobres.

-------------------------------------------------------------------------------------------------


Trecho de um dos vinte e um (21) casos reais que o Pr. e missionário Jarbas Ferreira da Silva, Presidente da MIAF BRASIL, relata em seu livro: "Tropeços na Ação Missionária -Tolice Humana ou Cilada de Satanás? - São Paulo: Vida Nova, 2003.

Segundo o Pr. Jarbas, o seu objetivo em escrever este livro com histórias presenciadas ao longo do seu ministério na África, é da possibilidade de "levantar material para debate, reflexão, reformulação e redefinição da estratégia missionária transcultural anterior à saída para o campo e em relação à visão e ação da Igreja e de suas comissões de missão de envio".

O Pr. acrescenta dizendo que "o livro não lida com o lado positivo da ação missionária", mas muito pelo contrário, num espírito de amor pelo comissionamento de Cristo para a Igreja, "visa levantar problemas e impulsionar um debate sério sobre erros e concepções românticas da vida no campo missionário".

Desta forma, desejando adquirir este livro que em sua constituição está dividido em três partes: I - Tropeços no relacionamento entre missionários e nacionais; 2- Tropeços no relacionamento entre os próprios missionários e 3- Tropeços no relacionamento entre missionários e agências, basta entrar em contato conosco pelo e-mail comunicacao@miaf.org.br ou pelo telefone: (43) 3357-1200.


MIAF BRASIL - http://www.miaf.org.br/

Um comentário:

Juber Donizete Gonçalves disse...

Irmão Sammis,

Apesar dos tropeços humanos e da oposição espiritual, os frutos da Obra Missionária podem ser vistos em várias partes do mundo, incluindo no nosso país. Boa postagem.

Graça e Paz,

Juber

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...